Voz de Angola - Voz de Angola
Voz de Angola

Voz de Angola

Manuel Eduardo Futila é jornalista licenciado em Comunicação e relações internacionais é editor da Voz de Angola

Tel: +244930341639   

eduardofutila@vozdeangola.com

 

A companhia sul-coreana Hyundai Motors vai instalar, "a curto prazo", em Angola uma fábrica de montagem de veículos pesados, anunciou hoje, em Luanda, o responsável pela área comercial da multinacional, Seong Kwon Han.

O Instituto Angolano das Comunicações (Inacom) vai proceder, a partir de Abril, à actualização faseada de preços dos serviços de televisão por assinatura, devendo a primeira actualização não exceder os 25% do tarifário actual.

O ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu condicionou ontem a recepção dos Boeing 737 MAX8 encomendados pela TAAG- Linhas Áreas de Angola, no âmbito da renovação da sua frota, à superação de eventuais problemas nesse modelo.

A filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos perdeu influência num dos seus últimos bastiões de poder em Angola.

O Presidente angolano autorizou a venda dos bens imóveis diplomáticos de Angola na África do Sul, Canadá, Grécia e México no quadro do Programa de Redimensionamento das Missões Diplomáticas, indica um despacho presidencial.

Morte de Juliana Kafrique, uma vendedora assassinada por um polícia em Luanda, voltou a trazer a debate o tema da violência policial. Associação Nacional de Vendedores Ambulantes recorda que este não é o primeiro caso.

Os bispos católicos angolanos contestaram hoje "veementemente" o artigo 158 do novo Código Penal do país, aprovado no parlamento em janeiro, que prevê, com "exceções", a despenalização do aborto, considerando que a medida "viola gravemente a lei de Deus".

O novo diretor-geral da Unitel, o português Miguel Geraldes, afirmou hoje, à agência Lusa que pretende promover uma “transição suave” na maior operadora de telecomunicações em Angola, que desde terça-feira conta também com um novo conselho de administração.

A Procuradoria-Geral da Republica de Angola disse hoje não ser verdade que o estado angolano tenha abandonado todas as queixas contra o empresário angolano Jean Claude Bastos de Morais, cuja companhia Quantum Global Administrava os investimentos do Fundo Soberano de Angola

Os bispos católicos angolanos admitiram hoje que em Angola "não existem dados de abusos de menores na Igreja", indicando que no único caso registado no país, sem especificar quando, o autor foi "entregue à Justiça e julgado".