Voz de Angola

Voz de Angola

Manuel Eduardo Futila é jornalista licenciado em Comunicação e relações internacionais é editor da Voz de Angola

Tel: +244930341639   

eduardofutila@vozdeangola.com

 

A malnutrição grave matou 804 crianças com menos de 5 anos em Angola no ano passado, sendo a sétima doença com mais mortes notificadas pelas autoridades, indica o Boletim Epidemiológico a que a agência Lusa teve hoje acesso.

O Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou hoje que efetuou na quarta-feira uma sessão de venda de divisas em leilão aos bancos comerciais, tendo colocado 74,53 milhões de euros no mercado primário e levando a nova depreciação do kwanza.

O presidente do Zimbabué, Emmerson Mnangawa, tomou hoje oficialmente posse, após várias semanas de controvérsia sobre as condições da eleição, considerada fraudulenta pela oposição.

O Vice-Presidente angolano, Bornito de Sousa, está já em Harare, onde vai representar Angola na cerimónia de tomada de posse do Presidente eleito zimbabueano, Emmerson Mnangagwa, que decorre hoje no Estádios Desportivo da capital do Zimbabué.

O Governo angolano defendeu, em Luanda, que a intenção de recorrer ao programa de assistência financeira do Fundo Monetário Internacional (FMI), se aprovado, permitirá reduzir significativamente o rácio da dívida/receitas fiscais no país, atualmente nos 114%.

O empenho, entrega, competência e serenidade, humanismo e patriotismo à causa da Nação Angolana fazem com que José Eduardo dos Santos, seja merecedor de uma justa e merecida homenagem, como herói da Pátria e símbolo de unidade e reconciliação nacional.

O presidente da coligação angolana CASA-CE, Abel Chivukuvuku, disse este sábado que o presidente João Lourenço, eleito há um ano, tem “um novo estilo mais aberto”, mas considerou que “substantivamente, nada mudou em Angola”.

O músico e activista angolano Luaty Beirão lamentou que o PCP tenha retirado o seu livro, publicado em 2016, da Festa do "Avante!", considerando que a força política "ainda vive no passado".

Os cinco maiores bancos privados de Angola por ativos quase triplicaram os lucros no primeiro semestre deste ano, obtendo um crescimento de 173%, refere hoje um estudo do semanário económico angolano Expansão.

Os estabelecimentos de ensino superior em Angola entregaram ao longo da semana 3.550 diplomas a outros tantos licenciados, com apelos à classe empresarial angolana e estrangeira para que os apoiem e os absorvam no mercado de trabalho.