Voz de Angola - LUSA - Agência de Notícias de Portugal
LUSA  -  Agência de Notícias de Portugal

LUSA - Agência de Notícias de Portugal

A Lusa - Agência de Notícias de Portugal, S.A. é uma agência noticiosa portuguesa e a maior de língua portuguesa. Foi constituída a 28 de novembro de 1986, com a denominação de Agência Lusa 

Tel: (+351) 217116500; agencialusa@lusa.pt

O antigo embaixador de Angola Adriano Teixeira Parreira apresentou junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) de Portugal uma queixa-crime em que pede para investigar "lamaçal entre as justiças angolanas e portuguesa".
A queixa, explicou, surge no seguimento de artigo publicado no portal de investigação jornalística "Maka Angola" no passado mês de janeiro, em que são apontados vários casos de corrupção que envolvem membros dos sistemas judiciais angolano e português, após análise de várias mensagens de correio eletrónico.

A defesa do deputado angolano Higino Carneiro, indiciado da prática de crimes de peculato e proibido de se ausentar do país, disse hoje que vai impugnar as medidas de coação por serem "desajustadas e incongruentes".

As autoridades de Moçambique detiveram hoje Ndambi Guebuza, filho do ex-presidente do país Armando Guebuza, no âmbito da investigação às dívidas ocultas do Estado, noticiaram as televisões moçambicanas.

A agência de notação financeira Standard & Poor's (S&P) reviu em baixa a Perspetiva de Evolução da economia de Angola, de Estável para Negativa, devido ao "significativo aumento" da dívida pública, e manteve o 'rating' em 'lixo'.

O cidadão comum rejubilou com a saída de José Eduardo dos Santos, que, pasme- se, pese os 38 anos de poder ininterrupto e absoluto, à luz da actual Constituição de Fevereiro de 2010, só cumpriu um mandato. Como assim, perguntar-se-á o leitor?

O Ministério Público (MP) suíço arquivou o processo contra o filho do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro “Teodorin” Obiang, mas confiscará os 25 veículos apreendidos pelas autoridades desde a abertura do inquérito, por branqueamento de capitais, em 2016.

O plano de privatizações preparado pelo Governo angolano envolve setores como as telecomunicações, petróleo, banca e agricultura, adiantou hoje a secretária de Estado para as Finanças e Tesouro, Vera Daves.

O candidato classificado em segundo lugar nas eleições presidenciais da República Democrática do Congo (RDC), Martin Fayulu, apelou hoje a protestos em todo o país, depois do tribunal ter ratificado a vitória de Félix Tshisekedi.

O Tribunal Constitucional da República rejeitou neste domingo (data local) todos os recursos apresentados contra o resultado das eleições realizadas no último dia 30 de dezembro e confirmou que o opositor Félix Tshisekedi será o novo presidente do país.

A União Europeia (UE) apoiou hoje o apelo da União Africana (UA) de suspensão do anúncio dos resultados oficiais na República Democrática do Congo (RDCongo) e voltou a pedir que sejam resolvidas todas as dúvidas sobre as eleições.

Página 1 de 21