Com a aprovação pelo Parlamento, quinta-feira, da Lei de Repatriamento de Recursos Financeiros, Angola deu o primeiro passo importante na mobilização de capitais detidos por nacionais além fronteiras para apoiar o relançamento da economia.

 

O combate à corrupção tem implicações económicas mas é uma luta por valores de que não se deve abdicar. Este caso evidencia como tal luta pode soçobrar quando depara com interesses que falam mais alto

Setembro passará a se estabelecer como uma marca cimeira no seio do MPLA, em virtude do líder que deu tudo quanto autenticou como vida que marcou a sua existência enquanto jovem, adulto e até mesmo idoso, tudo, mas tudo, entregue na satisfação dos interesses cimeiros dos angolanos, da Pátria e do MPLA. Há-de ausentar-se de maneira ininterrupto da Presidência do MPLA, aquele que determinou o encontro com um novo sentido do tempo em Angola, determinando o fim das calamidades geopolíticas que marcaram o passado do país.

A União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA), maior partido na oposição angolana, lamentou hoje a morte de Afonso Dhlakama, presidente da Renamo, considerando-o "fator decisivo para mudanças políticas importantes" em Moçambique.

Não se julgar e nem se condenar José Eduardo dos santos não é um convite ao crime?

Até agora todas as denúncias feitas por gente engajada em investigações de desvios e verdadeiros roubos feitos aos cofres públicos em Angola apontam que tudo foi feito com a assinatura de JES, além disto já faz tempo que se conseguiu provar publicamente de que JES é um criminoso se considerando que nomes de bancos e até números de contas no estrangeiro foram mostrados a imprensa nacional publicamente.

Página 1 de 27