Canal Voz de Angola - " Stress & frustração escangalhando a vida dos angolanos "

" Stress & frustração escangalhando a vida dos angolanos "

Curioso sempre que me cruzo com alguém recém -chegado de Angola, a primeira impressão que tenho é que estou diante de mais um (doente) pois grande parte aparentam um aspeto estranho, estressados, cansados, desgastados, se coçando com frequência quando não cuspindo no chão.

Por Fernando Vumby

Outros com um aspeto um tanto amarelados e por mais que me esforço para não fazer esta pergunta, no fim acabo mesmo por faze-la com uma lágrima escondida no fundo do coração " (Awilos estás doente?) e as respostas geralmente não são diferentes umas das outras (Porquê)

Imagino o stress, que só posso mesmo imaginar, pois desta Angola que (ofereceram) aos angolanos para sobreviverem, vivi pouco tempo da minha vida e apesar dos pesares, não se compara com o stress dos dias de hoje nem com o peso da barra.

O desgaste a que as pessoas são submetidas hoje no seu dia a dia, todos correndo atrás do (mesmo) outros sem saber para que direção.

Relações complicadas entre uns e outros, na política, nas empresas, nas escolas, nas famílias, fome, falta de sentido para a existência, desconfianças.

E o viver permanente na expetativa em poder ser a próxima vítima do regime, quando não do bandido, como é que não stress os angolanos?

Então não são estes alguns dos fatores dos mais significativos que estressam um povo? Se minto me desmentem por favor e me provem o contrário?

Às vezes é mesmo só lágrimas, quando ouço que os awilos fulanos de tais já não bumbam desde quase 30 anos e numa das capitais mais caras do mundo como é que sobrevivem?

Minha conversa com uma sobrinha

Tio, a mama vende água para nos sustentar, vender água como?

Num país com tantos rios?

Às vezes é mesmo só lágrimas, pior quando olho para o tamanho tão curto dos meus braços que não dá para estende-los até Angola.

Meus Deus!

Onde é que vocês vão buscar tanta jinica (forças) para se divertirem e se descontraírem neste combate duro, arrepiante e horroroso contra o stress mental, físico e psicológico?

Vocês todos angolanos que suportam isto, é que são na verdade os meus heróis.

Pois só de imaginar como a barra ai deve ser mais pesada do que a cruz que Cristo carregou ás costas, já me sinto sim, também torturado.

É só lágrimas manos (as).

Não gosto muito de escrever sobre essas coisas, mas para não ficar demasiadamente preso aos (ISMO) é preciso meter cá fora tudo isto e mais algumas coisas que me corre a alma ...

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Terça, 04 Dezembro 2018 15:13
. .
.
.