Voz de Angola - Opinião

(Enquanto a corrupção for a sua doença e a ambição pelo poder o seu sepulcro, a África não crescerá).

A questão pode ser mais complicada do que a aparente simplicidade com que se apresenta, a sua base reside na necessidade da identificação da relação lógica entre você e o seu candidato porque, este pode até pertencer a uma estirpe altamente perigosa para desenvolvimento de Africa.

Por António Marcelo Domingos

E quem já gastou pelo menos um pouquinho do seu tempo para somar os casos de corrupção que se conhecem envolvendo governantes, seus familiares, lavagem de capital, casos de mortes de gente ligada ao MPLA e opositores nunca ou sempre mal esclarecidos só pode mesmo tomar o MPLA por uma organização criminosa.

Por Fernando Vumby

Joseph Kabila, cujo mandato expirou há cinco meses, se recusa a deixar o poder, aprofundando ainda mais a guerra civil na República Democrática do Congo

Roubar o voto popular significa burla eleitoral

O capital político de João Lourenço é zero a nível do país, e, em termos do MPLA é praticamente nenhum. É digno reconhecer também que JL, não possui nenhuma estratégia politica valida, que permita reestabelecer a dinâmica perdida num partido apodrecido e se encontra mergulhado numa estrondosa instabilidade existencial. Hoje o MPLA enfrenta enormíssimas dificuldades organizacional, por demérito do presidente do partido.

Por Raúl Diniz

A actual forte mensagem do MPLA para as eleições é a do VOTO CERTO, qual seja neste partido. A mobilização dos seus militantes está a ser feita em diferentes locais e até mesmo nas Universidades, orientando, com carácter obrigatório, estudantes e professores para um conjunto de tarefas a realizar até ao acto eleitoral, de modo a assegurar a sua vitória. E o slogan a ser difundido é justamente o voto certo.

Por Alves da Rocha