Voz de Angola - Politica

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, manifestou a convicção de que, se as eleições gerais fossem hoje, o resultado a favor do Presidente João Lourenço seria muito mais expressivo e a sua legitimidade sairia ainda mais reforçada.

Combater a corrupção, corrigir as assimetrias sociais e diversificar a economia serão as prioridades do novo presidente angolano.

O governador da província de Luanda, Adriano de Carvalho, admitiu hoje que o rápido crescimento populacional da cidade "concorreu para o aumento de problemas de difícil resolução", referindo entre outras áreas a saúde, saneamento básico e recolha de lixo.

O Presidente angolano disse hoje que o país ainda está a viver os efeitos da crise, que só não foram mais graves "porque em tempo oportuno foram tomadas medidas pertinentes para reduzir o seu impacto".

O Procurador-Geral da República angolano disse hoje que o prazo para a declaração de bens de alguns titulares de cargos públicos "já expirou" e que, desses casos, será informado o Presidente angolano, para acionar "os mecanismos devidos".