Voz de Angola - Funcionários da Rádio Despertar entram em greve

Funcionários da Rádio Despertar entram em greve

Os funcionários da Rádio Despertar decidiram abandonar os microfones, desde manhã desta segunda-feira, alegando falta de salários há dois meses.

Os Jornalistas ligados a Rádio da UNITA, a ex-Vorgan dizem que, desde que colocaram a nova direcção dos recursos humanos, ‘’nada melhorou’’. E o actual Director dos Recursos Humanos (RH) é o filho do Deputado Savihemba, Adérito Pascoal Savihemba.

De acordo a uma fonte ligada a Rádio desde manhã de hoje os jornalistas decidiram abandonar os teclados, e simplesmente se fizeram presente, Joaquim Ribeiro que apresentou o noticiário da manhã, e os funcionários da secretária, e a cozinheira,

Segundo a fonte a rádio despertar até ao momento não paga os funcionários. Os Jornalistas queixam-se da falta de subsídios de férias, reajuste salarial e alguns atractivos para os profissionais, os meios de transportes estão todos danificados, e os profissionais vêm se obrigados a andarem de táxi ao encontro das matérias.

Os profissionais daquela casa de rádio estão a caminho de três meses sem salários. Há caminho de onze anos, que a rádio existe é dirigida por Emmanuel Malaquias, e Queirós Anastácio Chiluvia, a mesma direcção é contestada pelos profissionais por não conseguir resolver os problemas internos e externos.

A rádio completará mais existência em Dezembro do corrente ano.

 Zeye Zua

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Segunda, 27 Novembro 2017 10:57
. .
.
.