Voz de Angola - Ex-ministra da Família internada após tentativa de suícidio

Ex-ministra da Família internada após tentativa de suícidio

A ex-ministra da Ação Social, Família e Promoção da Mulher de Angola, Victória da Conceição, exonerada do cargo na quarta-feira, está hospitalizada, desde a madrugada de hoje, e a sua situação inspira cuidados, noticia a imprensa estatal.

De acordo com a Rádio Nacional de Angola (RNA) que cita fontes próximas à ex-ministra, sem contudo qualquer confirmação oficial, Victória da Conceição já foi submetida a uma intervenção cirúrgica.

O Presidente angolano exonerou na quarta-feira Victória Francisco Correia da Conceição do cargo de ministra da Ação Social, Família e Promoção da Mulher, nomeando em decreto presidencial Faustina Fernandes Inglês de Almeida Alves para o cargo.

Apesar de não haver confirmação oficial das razões do internamento da ex-ministra, fontes familiares citadas pela Televisão Pública de Angola (TPA) informaram que Victória da Conceição "foi levada de emergência para a Clínica Girassol, afeta à Sonangol, onde se encontra internada na unidade de cuidados intensivos após alegada tentativa de suicídio nesta madrugada".

A fonte da TPA adiantou também que "o estado de Victória da Conceição ainda inspira cuidados".

A agência Lusa procurou contactar a assessora da ex-ministra da Ação Social, Família e Promoção da Mulher angolana, sem sucesso.

Victória Francisco Correia da Conceição de 64 anos, mãe de quatro filhos, é membro do Comité Central do MPLA.

A posse das novas governantes está marcada para esta sexta-feira.

Exonerações também nas províncias

O Presidente angolano exonerou também na quarta-feira Adriano Mendes de Carvalho do cargo de governador da província de Luanda, nomeando para aquelas funções o líder da organização da Juventude do MPLA, partido no poder em Angola desde 1975.

De acordo com uma nota da Casa Civil do Presidente da República, além de Luanda, província com cerca de sete milhões de habitantes e cujo governador passa a ser Sérgio Luther Rescova, o chefe de Estado exonerou outros dois governadores provinciais.

José Maria Ferraz dos Santos foi exonerado do cargo de governador da província do Cuanza Norte, sendo substituído nas funções por Adriano Mendes de Carvalho, até agora governador de Luanda.

Igualmente por decreto presidencial, Eusébio Teixeira de Brito foi exonerado do cargo de governador da província do Cuanza Sul, tendo o Presidente angolano nomeado para aquelas funções o ex-deputado e antigo governador de Luanda (MPLA) Job Pedro Castelo Capapinha.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 04 Janeiro 2019 00:49
. .
.
.