Voz de Angola - João Kapita
João Kapita

João Kapita

João Kapita é licenciado em Comunicação e Ciências Sociais é Administrador do Canal de Noticias Voz de Angola, escreve sobre os artigos de opinião e da sociedade angolana desde setembro de 2017 é um privilégio de fazer parte do maior site angolano de notícias

Cel: (+244) 930341639  manuelkapita@vozdeangola.com

Malandros & marimbondos: Duas palavras utilizadas por João Lourenço em determinado momento e circunstância diferentes, que embora não tenha caído na graça de toda gente.

Por Fernando Vumby

O líder do MPLA considerou hoje "surpreendente" o facto de cidadãos angolanos "evocarem, quem sabe desejarem, e até financiarem, uma provável instabilidade política" em Angola, tema que está a ser tratado com "seriedade" pois mexe com a segurança nacional.

Cantor Macho Brown lança seu novo projecto no mercado Nacional sobre o projecto prisioneiro inocente.

Mais de 30 funcionários do Ministério de Saúde da província do Kwanza Norte estão sem receber nenhum subsídio desde 2016

A Assembleia Nacional angolana aprovou hoje, com voto favorável da oposição, a proposta de Lei sobre o Repatriamento Coercivo e Perda Alargada de Bens, permitindo o confisco de "bens incongruentes domiciliados no exterior do país".

Cerca de 200 doentes angolanos estão em Portugal para receber tratamento médico que não está disponível em Angola, mas queixam-se das faltas de condições nas pensões em que estão alojados, a cargo do Estado angolano.

A venda ambulante desordenada na capital angolana persiste, uma semana após o início da Operação Resgate, com maior incidência na zona do Bairro de São Paulo, onde as vendedoras continuam a efetuar o comércio em passeios ou berma das estradas.

Jovem de 17 anos Lucinda Muhongo Padece de anemia falciforme, e com uma fractura do colo do fémur esquerdo há mais de 10 anos e a espera da Guia médica há mais de três anos.

‘’ Como é possível mais pagarmos dinheiro agora, já fizemos o pagamento em Agosto, se eles têm problemas de tinteiros, que eles se viram, eles querem extorquir o nosso pouco dinheiro ‘’ foi assim que alguns estudantes tentavam enviar sms a nossa redacção.

O Governo angolano afirmou hoje que nunca escamoteou os dados sobre a dívida pública de Angola nem houve qualquer tentativa para esconder informação.

Página 1 de 9