Tática do Facebook comparada à de traficantes de droga

As mudanças que a rede social fará ao longo dos próximos meses não estão a ser vistas como tranquilizadoras.

O Facebook anunciou recentemente que dará prioridade a publicações pessoais em detrimento das feitas por empresas de media ou agência de notícias, uma mudança de estratégia que está a ser vista como semelhante à utilizada por traficantes de droga.

A comparação é feita num artigo publicado no Quartz, com o autor a referir que a decisão de mudar de estratégia se deve à intenção de não perder utilizadores. “Perguntem a qualquer traficante – cortar no produto é um melhor cenário que levar os consumidores a terem overdoses e a aparecerem mortos. No caso do Facebook, ‘morto’ significa desistir e libertarem-se da rede social. E isso é claramente um mundo onde o Zuckerberg não quer viver”, pode ler-se na publicação.

As críticas ao Facebook têm sido particularmente frequentes nos últimos tempos, com antigos executivos e até antigos investidores a virem a público criticar a postura da rede social relativamente à forma como continua a atrair utilizadores

Rate this item
(0 votes)
- -