LUSA  -  Agência de Notícias de Portugal

LUSA - Agência de Notícias de Portugal

A Lusa - Agência de Notícias de Portugal, S.A. é uma agência noticiosa portuguesa e a maior de língua portuguesa. Foi constituída a 28 de novembro de 1986, com a denominação de Agência Lusa 

Tel: (+351) 217116500; agencialusa@lusa.pt

O cantores angolanos, C4 Pedro e Edmázia Mayembe, têm demonstrado publicamente um apoio mútuo no que diz respeito as conquistas, actividades, e nomeações em prémios que distinguem os melhores do mundo da música nacional e internacional. Ocasionalmente, King Ckwa deixou claro recentemente que para si a ‘Mamoite da Zona tem uma das melhores vozes que já ouviu.

De acordo com edição de Hoje do CM, A PSP participou o caso ao Ministério Público, que deverá notificar em breve o ex-jogador e a mulher para prestarem declarações.

O analista da consultora Woodmackenzie que acompanha o petróleo em Angola disse à Lusa que o país vai perder 67 bilhões de dólares em investimentos entre 2015 e 2020 face às previsões de 2014.

A petrolífera nacional voltou a mexer na estrutura do grupo, no âmbito das reformas implementadas pela administração de Isabel dos Santos, substituindo o presidente da comissão executiva da Sonagás e criando o cargo de director de ética, confirmou ao Novo Jornal Online fonte da Sonangol..

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, nomeou hoje um total de 38 vice-governadores para as 18 províncias do país, informou à Lusa fonte da Casa Civil do Presidente da República.

O futuro Código Penal angolano, que substituirá a legislação em vigor desde 1886, vai apertar o combate aos crimes informáticos, nomeadamente através das redes sociais, garantiu o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha.

O governo angolano revogou o contrato que atribuía a gestão da África Têxtil à Alassola, acusada de “incompetência absoluta”. A decisão fundamenta-se em “vícios no procedimento”.

A Assembleia Nacional de Angola reúne-se na sexta-feira, em Luanda, na sua primeira sessão extraordinária do mandato, ainda com aspetos orgânicos do funcionamento interno na agenda de trabalhos, informou aquele órgão.

A nomeação do antigo Presidente da Comissão Executiva da Sonangol Pesquisa e Produção, demitido pelo Isabel dos Santos, Carlos Saturnino, um aliado do novo Presidente da República, João Lourenço como secretário de Estado do petróleo, deve influenciar o equilíbrio de poder contra Isabel dos Santos neste setor-chave segundo Africa Intelligence.

Se o presente é condicionado pelo passado, então, não é o João Lourenço, quem precisa saber mais, saber melhor, sobre as políticas que governaram durante 38 anos, mas todos os angolanos. O presente serve para perspectivar o futuro próximo e melhor dos angolanos. Essa pedagogia, o saber mais e melhor acerca do Estado da Nação, não foi, porém, feita na totalidade devido a preconceitos, a radicalismo de que não conseguimos livrar-nos.

Por Francisco Rasgado / Chico Rasgado