A liderança de JLO está longe de fortificar as bases políticas do Partido no poder, é enganador quando há quem acredite que JLO está a fortificar o regime do MPLA no seu contexto político e ideológico, pela ironia do destino, o regime de JLO tem um efeito antagónico, em vez de manter o MPLA forte, fez – lo mais fraco que nunca.

Desde que o País se tornou numa sociedade pluripartidária onde a FNLA poucos deputados conseguiu eleger, e, principalmente, desde a morte de Holden Roberto que a FNLA tem sido um partido – nem deveria ser partido, tal como não deveriam sê-lo o MPLA e a UNITA, tal como já comentei, por escrito e verbalmente, mais de uma vez – cada vez mais residual onde alguns dos seus militantes nada fazem por reactivá-lo. Bem pelo contrário.

Rostos completamente afligidos, fileiras enormes de viaturas como se fosse uma manada de leopardo em busca de água nos rios. A falta excessiva de combustíveis no País deixou o País de rastos, totalmente abandonado na tristeza.

A crise da distribuição de derivados de petróleos, associado à exiguidade de dólares, segundo o comunicado da Sonangol, parece claramente dar a ideia de que Angola se encontra sob sanções que inviabilizam a normal circulação da referida moeda no mercado angolano ou, fundamentalmente, nas transacções com o exterior.

Angola estacou completamente no impugno, a conjuração não se limita apenas à figura do ex – Presidente José Eduardo dos Santos, corre em contra mão, e ataca políticos como Abel Chivukuvuko.