O Reino Unido está a desaconselhar deslocações de cidadãos nacionais a duas províncias de Angola, à semelhança do que já tinha feito em janeiro de 2016, por questões de segurança.

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido no poder, quer “quadros competentes, com elevada consciência patriótica e convicção política”, numa altura em que tem como “grande prioridade” a institucionalização das autarquias.

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, exonerou hoje Augusto Tomás do cargo de ministro dos Transportes, tendo nomeado para aquelas funções Ricardo Viegas de Abreu, até agora secretário para os Assuntos Económicos do Presidente da República.

O Presidente angolano alertou hoje para a necessidade de "baixar os custos" e "melhorar a fiabilidade" nas telecomunicações, com 13 milhões de utilizadores da rede móvel e cinco milhões da internet, advertindo para problemas nas redes sociais.