Mais de 2.800 estrangeiros expulsos de Angola na última semana

As autoridades angolanas expulsaram do país, na última semana, 2.816 cidadãos estrangeiros por "decisão judicial e administrativa" e detiveram 713 pessoas por "permanência e auxílio à imigração ilegal", anunciou hoje o Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).

De acordo com o relatório semanal de ocorrências do SME referente ao período de 23 a 30 de janeiro, enviado hoje à Lusa, foram igualmente notificados e "convidados a abandonar" o país cinco cidadãos estrangeiros por "permanência ilegal".

O relatório adianta que durante a última semana foram impedidos de entrar no país e "consequentemente reembarcados" nove cidadãos de diversas nacionalidades, a maioria por pender sobre si "interdição de entrada".

As autoridades angolanas dão conta também que foram impedidos de sair de Angola 32 cidadãos nacionais, dos quais 26 por falta de meios de subsistência, três por falta de situação militar regularizada e os restantes por razões diversas.

Quanto ao movimento migratório, o SME registou a entrada de 29.875 cidadãos de diversas nacionalidades, dos quais 13.916 nacionais e os restantes estrangeiros e a saída de 29.508 pessoas, incluindo 15.340 nacionais.

O Serviço de Migração e Estrangeiros de Angola aplicou ainda 57 multas a cidadãos de diversas nacionalidades e a três empresas.

Rate this item
(0 votes)
. .
.
.