Print this page

Emirados Árabes deseja que Isabel dos Santos “abandone” o Dubai

Post by: 20 Abril, 2021
Emirados Árabes deseja que Isabel dos Santos “abandone” o Dubai

Autoridades dos Emirados Árabes Unidos terão comunicado à empresária Isabel dos Santos “o desejo” de que esta abandone “tão cedo quanto possível” o Dubai. Uma posição que é vista como uma cedência a um pedido do presidente de Angola, João Lourenço.

O Chefe de Estado angolano esteve no Dubai a 18 de Março passado. A visita foi anunciada como sendo feita a título pessoal, mas João Lourenço terá aproveitado para manifestar a sua posição junto das autoridades dos Emirados Árabes Unidos, numa altura em que a Procuradoria Geral de Angola mantém uma investigação a Isabel dos Santos.

Aparentemente, as palavras de João Lourenço terão sido valorizados pelo país que integra o Emirado do Dubai.

 Há fontes que asseguram ao Jornal de Negócios que “os Emirados Árabes Unidos já manifestaram a Isabel dos Santos o desejo de que esta abandone, tão cedo quanto possível, o Dubai”.

Entretanto, a Unidade de Inteligência Financeira Central dos Emirados Árabes Unidos terá solicitado aos Bancos do Dubai para congelar contas e bens de Isabel dos Santos e de pessoas que lhe são próximas e do marido Sindika Dokolo, falecido em Outubro de 2020 após um acidente de mergulho.

Esta informação é avançada pelo Africa Intelligence que nota que o Emirates NBD (ex-Banco Nacional do Dubai) e o Mashreqbank já congelaram as contas bancárias do franco-congolês Konema Mwenenge, amigo de infância de Sindika Dokolo.

Assim, a saída da “princesa de África” do Dubai pode estar iminente. Um sinal disso é que o seu pai, o ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos, deverá deixar o Emirado para regressar a Barcelona, onde vive desde que deixou o poder em Angola. Um dado avançado pelo Expresso.

José Eduardo dos Santos foi viver temporariamente para o Dubai para apoiar a filha, no seguimento da morte do seu marido.

Tchizé dos Santos apela ao fim da “luta de titãs”

Entretanto, em Angola, a meia-irmã de Isabel dos Santos, Tchizé dos Santos, pede tréguas e o fim da “luta de titãs”.

“Estamos em Abril, o mês da paz e temos de refletir como angolanos o que queremos para o nosso país”, começa por referir a ex-deputada do MPLA, apelando a “que se faça um ‘restart’ deixando o passado para trás“.

Numa publicação no seu perfil do Facebook, Tchizé dos Santos salienta que “mais importante do que buscar culpados”, o que é preciso “é buscar soluções para a melhoria da vida dos angolanos e a estabilidade social”.

“Se não se parar com essa luta de titãs, não haverá condições para que a economia cresça”, conclui.

Mas o enterrar do machado de guerra entre Isabel dos Santos e João Lourenço não está fácil. Recentemente foi notícia que a empresária contratou antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de uma conspiração alegadamente orquestrada pelo Governo de João Lourenço.

 Susana Valente Susana Valente, ZAP 

Last modified on Terça, 20 Abril 2021 16:37
Share:

Mais recente de Luís da Silva Jr.

Artigos Relacionados

- --