O Ministério do Interior (Minint) considerou esta terça-feira, em Luanda, infundadas as notícias que apontam Angola como o destino de uma quantidade "significativa"de drogas apreendida no Senegal, proveniente do Brasil.

A Décima Secção Criminal de Viana, do Tribunal Provincial de Luanda, iniciou hoje (terça-feira) o julgamento do antigo administrador de Viana, Jeremias Dumbo, acusado de causar danos a edificação pertencente a outrem e de usurpar imóvel.

O comandante-geral da Polícia Nacional de Angola (PN), comissário-chefe Paulo Gaspar de Almeida desmentiu no fim-de-semana as acusações do antigo comissário Francisco Massota que acusou recentemente em tribunal o antigo responsável máximo da corporação, Ambrósio de Lemos, de ter protegido e escondido milhares de funcionários “fantasma” numa escola da polícia.

Cerca de trinta activistas sociais concentram-se sábado na Praça da Independência, em Luanda, numa manifestação exigindo um combate à corrupção "sério e justo". Os manifestantes permaneceram na Praça da Independência das 9h às 15h, exibindo cartazes com dizeres que davam conta de uma alegada "farsa da luta contra a corrupção", por se tratar "apenas de um filme", segundo disseram.

O Ministério do Interior (Minint) desencorajou, nesta quinta-feira, os cidadãos nacionais e estrangeiros a enveredarem por acções que contrariem a ordem jurídica estabelecida na Constituição e na Lei, bem como aconselha a se absterem de práticas que colidem com o direito em vigor.